movimento nova cena

rumo ao Conselho Municipal de Cultura IV :: esclarecimento às entidades representativas do teatro.

Posted on: 26/04/2011

Acreditando que a Reunião Pública de amanhã será um importante passo para a implementação do Conselho Municipal de Cultura de BH, o Movimento Nova Cena gostaria de esclarecer sua posição diante da proposta de alteração do Decreto que regulamenta o Conselho.

A proposta de alteração foi elaborada por uma Comissão eleita em uma Reunião Pública convocada pela Fundação Municipal de Cultura, realizada no dia 04 de abril, no teatro Marília. A Comissão paritária (7 representantes da sociedade civil e 7 do poder público) teve a participação de 1 membro do Movimento Nova Cena, além de representantes de diversos segmentos do setor cultural (música, audiovisual, hip hop, culturas populares).

Considerando a dinâmica atual da Cultura em BH e a importância do amplo e constante debate sobre as políticas públicas para o segmento, a proposta da Comissão vem no sentido de ampliar a participação no processo eleitoral do Conselho, até então limitado às chamadas entidades representativas. Não se trata de negar a importância histórica e a relevância política das entidades.

Trata-se de ampliar a participação a TODOS os cidadãos com atuação na área cultural comprovada de no mínimo dois anos que pretenda participar do debate e do processo de decisão sobre as políticas culturais da cidade, dando-lhes o direito de votar e serem votados. A proposta tira o caráter EXCLUSIVO dessa decisão às entidades. Julgamos, assim como a Comissão, que elas são de extrema importância para o debate e para a mobilização dos agentes nesse processo. Na área teatral, a participação do SATED, do MTG e do SINPARC, assim como do Movimento Nova Cena e de TODOS os artistas e coletivos independentes, técnicos, mestres e demais agentes culturais, é fundamental para a universalização das políticas culturais de Belo Horizonte. Naturalmente, as entidades poderão se mobilizar para eleger seus candidatos nesse processo através de seus filiados, fazendo-se representar por eles, sua base de discussão e razão de existir.

Por fim, é preciso lembrar que, segundo a legislação, o Conselho Municipal de Cultura será composto por 15 representantes da sociedade civil: 6 deles eleitos pelos agentes culturais dos segmentos (artes cênicas, música, audiovisual, artes visuais, literatura e culturas populares) e 9 eleitos nas regionais (o voto regional é aberto a todo cidadão, usuário, público, artista, leitor, etc, previamente inscrito).

Trata-se portanto, de democratizar ao máximo as possibilidades de representação e livre escolha de todos aqueles que produzem e fruem cultura, dispostos a interferir nos rumos de nossa cidade. Ampliar a participação é um pressuposto para a efetivação de políticas públicas. A proposta apresentada pela Comissão não é, portanto, restritiva. Pelo contrário, é inclusiva e democrática.

Atenciosamente,

Movimento Nova Cena
movimentonovacena@gmail.com
http://www.movimentonovacena.wordpress.com

Anúncios

1 Response to "rumo ao Conselho Municipal de Cultura IV :: esclarecimento às entidades representativas do teatro."

Lamento muito que esta clareza não tenha estado presente desde antes. Tenho certeza que isso manteria uma qualidade no encontro de hoje.
Abs
Ana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

abril 2011
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

siga @novacena no twitter

%d blogueiros gostam disto: